quarta-feira, novembro 01, 2006

Clifford Geertz (1926-2006)


Clifford Geertz, antropólogo americano que trabalhou na Indonésia e Marrocos, morreu ontem. Uns bons trinta anos mais tarde, a sua "teoria interpretativa" continua a ser uma lúcida tentativa de perceber as estruturas de significação a que alguns ainda chamam cultura. Para mim, tem sido também uma referência no métier de antropólogo. Como muitos outros, também me lembrei do texto de Clifford Geertz sobre as lutas de galos no Bali a propósito de uma cena que me aconteceu em Angola. Assim se vê a força de uma ideia. E claro, 'thick description' continuará por muito tempo como a expressão mais citada do jargão académico. Uma entrevista (versões curta e longa) aqui, via. (img)

1 comentário:

alvaro disse...

a primeira vez (e última) que li alguma coisa dele foi no 4 ano do curso da fcsh com o trindade. Nao queres contar isso das lutas de galos?