quinta-feira, fevereiro 16, 2006

quando o blog está de cortar à faca






...vai-se à faca.


Não vale a pena andarmos sempre à porrada quando nos encontramos por aqui, boa? Comentemo-nos, discutamos, provoquemos, mas tratemo-nos bem. É que isto é só um blogue.
Cada um sabe de si e faz o que quer - chamem-me guardião da moral, como já aconteceu, mas este é o meu blogue. Que queiram comentar anonimamente é com vocês, embora ache que teria mais interesse se o debate não acontecesse assim. E nem sequer estou a pedir que me dêem o nome que consta no BI: inventem uma alcunha, um nick, tragam o link do vosso blogue - o que for, pouco me interessa desde que permita construir uma imagem (nem tem que ser humana: podem ser ' o vento' se quiserem). É assim tão simples.

É que o debate entre anónimos - perfeitos desconhecidos - é como um encontro do Fight Club num quarto escuro. A regra é bater mais que qualquer outro para que saias sempre vencedor. E sinceramente, não estou para isso. Gostaria muito de pelo menos com as pessoas que conheço conseguir dialogar. E sabendo que têm blogues, tentarei fazer com que se crie algo que se possa assemelhar a uma comunidade de discussão. Caramba: o "Al" está em Paris, "Sun tzu" em Barcelona, "Metrografista" em Lx. Porque raio é que não sabemos conversar uns com os outros? Como faz a "Sara", como faz o "A. Cabral" e a(o) "Samir Machel"?

Eu sou o primeiro a dar a mão à palmatória. Nongoloza tem uma particular tendência para a provocação gratuita (literalmente, aquela que não é pedida). Aquilo que escreve pode ser muitas vezes - ou deve, não sou a melhor pessoa para o julgar - imbecil e desnecessário, como no post em que se metia com as antipáticas. Digam-lhe isso, mas com jeito (como fez o primeiro 'anónimo' - era bom que tivesse um nome - , que mostrou como Nongoloza estava mal informado). E quando se esquecerem quem é nongoloza, leiam "quem é o nongoloza". Mas mais do que dizer com maneiras, expliquem-lhe porquê (ou em quê) é que ele é imbecil. Ele sabe que devia ir arranjar uma vida, mas a vida está difícil. E isto é válido para mim também.

Filipe (aka "p.pena dos blogues")

2 comentários:

A. Cabral disse...

Esta malta dos blogues esta toda exilada, ou que? Eu estou em Londres, o Lumumba em Estugarda, va la que o Machel esta em Lisboa mas se calhar nao por muito tempo.

Tem um pedaco de saudosa comunicacao com a terra - cartas para a familia(s).

P.S. Apesar das queixas de anonimidade, parecia-me pela discussao que se conheciam todos desde ha muito...

Danu Blau disse...

e isso e' que e' interessante. Repara no potencial de massa critica: chicago, Londres, Paris, Estugarda, Barcelona, Lisboa...

anonimato: o problema e' que ha aqui gente que se conhece demasiado bem, o problema esta ai...